BAHIA | ROTA DO DESCOBRIMENTO

 

Certamente a mais icônica das rotas mapeadas do Brasil. Viajar pela Bahia, pela rota do descobrimento, é visitar o imaginário das expedições de desbravamento do Mundo Novo. A rota parte de Prado de onde supostamente os portugueses avistaram a costa pela primeira vez e segue até Porto Seguro onde finalmente desembarcaram. São aproximadamente 125km percorridos quase todo em areia e estradas de terra.

 

DSCF1493

 

Antes de mais nada, para o sucesso da expedição, é necessário que a lua seja nova ou cheia. Ela influencia diretamente na maré e isso faz toda a diferença para pedalar pela praia. Você encontra uma tábua de marés, de Cumuruxatiba aqui e de Porto Seguro aqui.  Existe também um app chamado Marés Próximas que facilita visualizar os melhores horários. A dica é sair três horas antes da maré mais baixa, com isso, você terá uma janela de aproximadamente 6 horas pra pedalar tranquilo. Vale lembrar que, pelas belezas naturais, é difícil querer pedalar mais que isso, o que faz dela uma das rotas mais fáceis de transpor.

 

IMG_0119

 

A sugestão é parar em todos os vilarejos. Nossos trechos foram divididos por Prado-Cumuru, Cumuru-Corumbáu, Corumbáu-Caraíva, Caraíva-Espelho, Espelho-Trancoso, Trancoso-Arraial, Arraial-Porto Seguro.

 

DJI_0554

 

De Corumbáu pra Caraíva existem duas opções. Fizemos as duas. Uma, é atravessar o rio com um dos canoeiros e seguir pela praia ou pelo areião no caminho dos bugues. Nesse trecho, a praia é mais inclinada e do outro lado, dependendo da sua sorte, pode ser possível pedalar pela areia. Precisamos empurrar muito pouco.

 

IMG_0318

 

A outra opção, é logo antes de Corumbáu, entrar em uma porteira da fazenda e seguir pela areia(caminho que está no mapa abaixo). Ali, atravessamos duas pinguelas, e já estamos no território da Aldeia de Barra Velha. Ouvimos relatos que teriam índios cobrando pedágio nas pinguelas mas passamos cedo e só vimos alguns indiozinhos nadando. Em alguns momentos será necessário empurrar. Muita atenção ao mapa porque é fácil se perder por ali. Logo a trilha se conecta com uma estrada de terra já beirando as casas da aldeia.

 

IMG_0100

 

Canoeiros serão necessários em outros dois rios. Para a travessia em Caraíva(5 reais) e no Rio dos Frades. Dependendo da maré, é possível atravessar o Frades carregando a bike. Mas por via das dúvidas, atravessamos com o Duca que mora ali do lado. É só gritar que ele aparece. Cobrou 10 reais. A travessia da balsa Arraial-Porto Seguro é grátis.

 

DJI_0657

 

Existem campings em quase todos os destinos e o “camping selvagem” é bem tranquilo. Só evite invadir fazendas e ficar muito exposto.

 

DSCF1552


O QUE FAZER

Se estiver com tempo, procure saber sobre as celebrações na Aldeia de Barra Velha em Caraíva. Com sorte, você poderá presenciar os rituais mantidos até hoje.

Satu. Parada obrigatória logo depois de atravessar o rio Caraíva. Vá cedo que não tem ninguém.

Tapioca da Sandra em Trancoso. Uma barraquinha bem na entrada do Quadrado.

Visite o centro histórico do Descobrimento em Porto Seguro. É perto da rodoviária.


MAPA DA ROTA DO DESCOBRIMENTO

Aqui você encontra nossa rota. Dá pra baixar o arquivo .gpx pra colocar no gps. Só clicar!

Screen Shot 2019-01-02 at 19.53.52.png

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 


COMO CHEGAR?

Algumas empresas de ônibus como a Expresso Brasileiro e Águia Branca tem linhas que levam a Prado.

COMO VOLTAR?

De Porto Seguro de volta pra Prado, a passagem custa R$45 e cada bicicleta custa R$15. A empresa que faz essa linha é a Expresso Brasileiro. Tel: (73) 3288-3650

O ônibus sai de Porto Seguro as 14:30 e chega em Prado 19:30. Janeiro 2018

 

P1140405

 

Qualquer dúvida, comenta aí que a gente responde.

 

Bons ventos!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *